Sunday, February 26, 2006

Sonho de uma noite de Verão (embora ainda seja Inverno...)

Imaginem um homem alto, esbelto, espadaúdo.
Imaginem esse mesmo homem sentado num banco de jardim.
Imaginem o jardim coberto das mais bonitas das orquídeas.
Imaginem o homem a encher os pulmões, até bem fundo, do mais puro ar.
Imaginem o seu sentido sentir da Natureza.
Imaginem o viver desta paz com um prazer imenso.
Imaginem a felicidade do homem a traduzir-se em sorrisos.
E imaginem uma bela desconhecida, de seios profusos, que se encontrou, durante todo este tempo, no mesmo banco de jardim, por entre meio das mesmas orquídeas, a ver o encher dos pulmões, o respirar do ar, o sentir da Natureza, o viver da paz e os sorrisos de felicidade.
E imaginem o seu sorriso de volta.

Agora, troquem o homem alto, esbelto e espadaúdo por mim.
Troquem o banco de jardim por uma cama num motel.
Troquem as orquídeas por lençóis amarrotados pelo uso.
Troquem os pulmões por um ânus peludo, e o ar por um pénis erecto.
Troquem a Natureza pelo sexo anal.
Troquem o viver pelo lamber e a paz pelo suor de um peito.
Troquem a felicidade pelo clímax e os sorrisos pelo cheiro a esperma.
... E troquem a bela desconhecida pelo João Carlos Antunes de Leitão.

Esse foi o sonho que tive ontem à noite.

4 Comments:

At Mon Feb 27, 12:39:00 PM 2006, Anonymous Very Unlucky Guy said...

A coisa começa mal: "Imaginem um homem...". Para que quero eu imaginar um homem? Para homem existo eu, não preciso de mais nenhum (não nego a importância de um Pai ou de um Irmão ou mesmo de um Amigo, mas não preciso de os imaginar, eles existem!). Depois as orquídeas... porquê orquídeas? Existem flores bem mais simples de manter e muito mais agradáveis! E os seios profusos? Porque não antes bem modelados? Existe coisa melhor do que uma mulher de curvas agradáveis, sem aqueles seios tipo Dolly Parton?
E depois a coisa piora! Sexo anal, lamber o suor, o cheiro a esperma, etc... Qual a necessidade destes promenores. Quanto ao Leitão, é lá com vocês, mas não sei se ele gostaria de substituir a bela desconhecida...
Eu cá por mim, sonhei com uma agradável conhecida. E nem me preocupei com os promenores dos cheiros desagradáveis, fiquei-me pelas coisas boas (e que boas que foram!). E, ao contrário do autor, não vou entrar em detalhes, vou guardá-los para mim, não fosse provocar um orgasmo a todos os heterosexuais que lessem o comentário...

 
At Wed Mar 01, 09:56:00 PM 2006, Blogger daCosta said...

LOL

ao menos na imaginação podes sempre ser livre :)

 
At Sun Mar 12, 10:54:00 AM 2006, Blogger Huraiva said...

hahahahahahahaha
só mesmo tu, grassinha :P

 
At Sun Mar 12, 11:00:00 AM 2006, Blogger Basimah said...

Eheheh!
Essa foi de morte! Foi de génio! Se eu vos conhecesse, nunca mais vos olharia da mesma forma... este post ficaria sempre como ruído de fundo...

 

Post a Comment

<< Home