Monday, May 22, 2006

Filmes e Teatro [UDPATED]

Bem estive ainda há pouco a ver o Missão Impossível 3... e sinto-me exausto... é como se me tivessem espancado durante todo o filme... o que fizeram à serie original (que recordo numa parte do meu cerebro infantil de uma maneira especial) é simplesmente impossível (hehe coloquei o assento no sítio certo... Hurray for me!!) de descrever em palavras... mas se a minha vida dependense disso eu diria qualquer coisa do género: "Assasinaram o conceito original da série com vários requintes de malvadez"!

Bem sinto-me incomodado quando vejo uma equipa realizar uma operação táctica (muitas armas, muitas explosões, muito "la femme nikita", muita acção) quando na série original a equipa executava tipicamente operações que envolvia muito cover e conseguirem introduzir-se no seio do inimigo, levando-o a auto-destruir-se de preferência mantendo um low profile, e sem grandes e espetaculares explosões e montes de mortes e tiros e bla bla bla... mas pronto... with that i could live...

Mas... o pior mesmo é a presença permanente do Tom Cruise - esse grande devorador de plancetas pelo que consta nas más linguas - no grande ecran... quer dizer... é o que eu digo sempre... um tipo olha para o cartaz da Missão Impossível e pensa: "isto não faz sentido... eles mencionam ali o nome do Tom Cruise em letras grandes... como se isso fosse uma coisa boa..." mas pronto... vou simplesmente admitir que isto é uma produção americana... e como sabemos os americanos são todos uns cowboys...

Bem mas nem tudo é péssimo no filme, temos o Tom e a história que é péssima assim como a falta de respeito pela série original, mas o resto do cast safa-se bem... e aparece um carro todo engraçado que no entanto é prontamente destruído :p

De qualquer forma nem mesmo as cenas em que o Tom Cruise parece estar em profundo sofrimento conpensam o facto de ele estar sempre no ecran...

Nem tudo é mau... e por isso deixo-vos aqui o anúncio de uma peça de teatro que recomendo que vão ver... bem... eu ainda não vi... mas recomendo à mesma... aqui fica então a publicidade (e com isto me despeço...):
___________________________________________
Fc-Acto - Grupo de Teatro da Faculdade de Ciências
TERRORISMO, dos irmãos Presniakov
Encenação: A. Branco

FATAL - Festival Anual de Teatro Académico de Lisboa - 3 EUROS (estudantes) 5 EUROS (normal)
Dia 9 de Maio (terça), às 21h30 - Teatro da Politécnica
(Rua da Escola Politécnica ao Príncipe Real)

28 (17h), 29, 30, 31 de Maio, 1 de Junho (21h)
Centro Cultural Casapiano
(Casa Pia de Lisboa - Rua dos Jerónimos nº 7)


SINOPSE
Um aeroporto fecha ao público por suspeita de um atentado bombista. Foi encontrada uma mala na pista. No parque de estacionamento do aeroporto, três homens: um não tem bagagem. Numa casa uma mulher encontra-se com o seu amante. Num escritório uma mulher enforca-se porque o marido a trai. Num banco de jardim, duas velhotas falam sobre a vida e a morte; um homem passa, a chorar. Num balneário, cinco polícias falam sobre uma explosão. No avião (finalmente) três homens conversam: um deles chora. Uma estrutura complexa que, subterraneamente, acaba por contar uma história; uma peça que desliza entre o terrorismo dos telejornais e o terrorismo dentro das nossas casas; uma comédia amarga e irónica.
___________________________________________

Update:
______

A peça é brutal, recomendo vivamente que a vão ver se tiverem hipótese para isso, no entanto ainda não estão confirmadas futuras datas (e respectivos locais) para a exibição, quando se souber qualquer coisa sobre isto podem contar com um novo update deste post (talvez no final deste mês de Maio).

2 Comments:

At Mon May 08, 10:25:00 AM 2006, Anonymous Very Unlucky Guy said...

A série era mais engraçada. Também não me lembro muito bem, mas era, seguramente, melhor. E estou irremediavelmente de acordo quanto ao Cruise. Quanto aos restantes defeitos do filme são fruto da época. Espero que, pelo menos, o realizador tenha feito um bom trabalho nas cenas de acção...

 
At Mon May 08, 10:48:00 AM 2006, Blogger Banzai Fresquinho said...

Saudações!

Só acrescento informações relativas à peça:
Há bilhetes à venda na FNAC e no Teatro da Politécnica; convém comprarem-nos com antecedência, porque a lotação está em risco de esgotar.

 

Post a Comment

<< Home